Como escolher o melhor fogão para sua cozinha?

Quantidade de pessoas na casa e espaço disponível para instalar o eletrodoméstico estão entre os fatores que você precisa considerar

Escolher os eletrodomésticos da sua cozinha, mesmo os mais básicos, pode ser um desafio. O fogão, por exemplo, é um dos objetos mais essenciais em qualquer casa, mas você sabe qual é o melhor tipo para a sua necessidade?

A maioria das pessoas nunca para a fim de pensar na resposta à pergunta acima, até ter que trocar de fogão ou se mudar para um lugar onde o eletrodoméstico não está embutido. Aí vai ver a variedade de opções disponíveis no mercado e fica sem saber qual é a melhor escolha. Se esse é o seu caso, calma, vamos te ajudar.

Qual tipo?

A primeira coisa que você vai precisar decidir é o tipo de fogão ideal para a sua necessidade. Para isso, tem que considerar alguns elementos, como o espaço disponível e a estética do ambiente. Veja os modelos mais populares do mercado.

De piso

Esse é o tipo comum, aquele fogão com pés. Funciona tanto em cozinhas planejadas quanto em não planejadas, pois seu lugar pode ser alterado — no entanto, precisa ter uma fonte de gás por perto (encanado ou de botijão). Está disponível em vários tamanhos e funcionalidades e é um dos modelos mais acessíveis do mercado.

De embutir

A diferença desse modelo para o anterior é não ter pés e precisar de um nicho com saída de gás para sua instalação. É um dos mais usados em cozinhas planejadas e pequenas.

Cooktop

O cooktop ocupa pouco espaço, pois é apenas uma mesa com chamas, geralmente separada do restante do sistema, que pode funcionar à gás ou por indução elétrica. É ótimo para cozinhas planejadas e em espaços reduzidos, além de ter um design que se camufla melhor na decoração.

À lenha

Esse tipo de fogão dá um gostinho de casa de vó para os alimentos, além de alcançar temperaturas mais altas. No entanto, ele precisa de mais espaço e geralmente é instalado na área externa da casa. Na cozinha, só se ela for grande e com boa circulação de ar.

Industrial

Esse modelo é maior e mais potente, geralmente também com mais bocas, sendo indicado para quem cozinha profissionalmente ou tem uma família grande. É bom para agilizar os processos, mas também pede que o ambiente seja um pouco maior.

Quantas bocas?

A escolha da quantidade de bocas tem a ver com o tamanho da sua família e também do espaço que você tem disponível para instalar o fogão, já que ele será maior quanto mais bocas tiver.

Para uma pessoa que mora sozinha, duas bocas podem bastar, mas é importante lembrar que isso limita o número de preparos que podem ser feito ao mesmo tempo. Para uma família pequena, o modelo popular de quatro chamas costuma ser a melhor escolha.

Para famílias de quatro pessoas ou mais, é interessante ter cinco, seis bocas ou até oito bocas. É interessante que ao menos uma das chamas seja maior, para agilizar o processo e comportar panelas grandes.

E as funcionalidades?

Há várias funcionalidades disponíveis em praticamente todos os modelos: acendimento automático, timer, painel digital, forno, sensor que evita vazamento de gás e etc. Tem fogão que até conversa com você.

O que é importante? Timer e acendimento automático facilitam a vida, o restante depende dos seus hábitos e do seu orçamento. Se você não tem um forno à parte, pode ser uma boa ideia investir em um fogão que tenha forno. Se gosta muito de cozinhar, um fogão com forno duplo é algo a se considerar.

A gás ou elétrico?

A resposta a essa pergunta depende bastante do lugar onde você mora. Os fogões a gás são mais econômicos, mas alguns lugares não permitem sua instalação. Os fornos elétricos costumam ser mais potentes, mas um fogão todo elétrico pode pesar na sua conta de energia.