Acidentes com seu estabelecimento, o que um bom seguro deve cobrir

Todo o empresário quer preservar a integridade do seu estabelecimento, dessa forma, adquirir um seguro empresarial torna-se essencial para a garantia do funcionamento de qualquer empreendimento, já que segurança deve ser uma de suas prioridades.

Este é um assunto bastante amplo, tendo em vista que existem inúmeras modalidades de seguros empresariais com diferentes tipos de cobertura.

Assim, pensando na facilidade de acesso à informação, e esclarecer as dúvidas mais frequentes, apresentaremos a seguir os principais tipos de seguros para seu estabelecimento.

Quais são as modalidades de seguro empresarial e sua cobertura?

Em caso de sinistros, existem três  áreas da organização em que podem ocorrer grandes prejuízos. Veja a seguir quais são elas, e o que o seguro cobre:

Seguro de bens

Esta opção de modalidade apresenta como objetivo, a proteção do estabelecimento contra possíveis danos aos bens ou ao negócio. Esta cobertura poderá incluir:

  • Furtos ou roubos;
  • Perda ou dano com mercadorias;
  • Obras civis;
  • Veículos automotores;
  • Edificações e bens nelas contidos.

Seguro pessoal

Esta modalidade proporciona a proteção direta ao proprietário e empregados da empresa. Assim, as seguintes coberturas poderão ser adquiridas separadamente ou coletivamente:

Seguro de responsabilidade civil

Essa modalidade consiste nos danos ocasionados, por acidente ou de forma involuntária pela empresa, aos terceiros ou até mesmo a seus bens. Com isso, as coberturas de responsabilidade civil são:

  • Empregador;
  • Serviços de montagem e instalação de equipamentos;
  • Prestação de serviços terceirizados.
  • Obras civis;
  • Estabelecimentos de maneira geral;

Como saber de quanto de cobertura meu estabelecimento precisa?

Sua seguradora ou seu corretor irão orientá-lo sobre qual a amplitude de cobertura é mais adequada para seu estabelecimento.

Diante disso, será necessário você avaliar qual o impacto que um possível evento irá acarretar em seu negócio, sendo possível você excluir determinados riscos que não representam ameaças a seu estabelecimento.

Vale salientar que em algumas apólices você irá se comprometer em pagar uma parte de cada sinistro, chamada franquia.

Assim, tenha em mente o quanto de franquia você se dispõe a pagar, pois algumas vezes, você poderá reduzir o prêmio do seguro optando por uma franquia maior.

Quando será válida a contratação de um seguro para a empresa?

A real necessidade em contratação de seguros, irá depender das condições particulares de cada estabelecimento.

Independentemente da atividade ou porte da empresa, todas estão sujeitas a algum risco que possa comprometer o seu futuro, seja retardando seu desenvolvimento perante o mercado, ou ainda acarretando a indesejável e temida falência.

Diante desses fatos, torna-se de fundamental importância, que seja estudado com demasiado cuidado e atenção, quais os prováveis eventos que possam ocorrer.

Isso porque são capazes de desestruturar de maneira impactante a saúde financeira da empresa, e com isso contratar unicamente as modalidades de seguros que possam se ajustar às reais necessidades do estabelecimento.

Portanto, antes mesmo de optar pela escolha de um seguro empresarial adequado ao estabelecimento, é essencial que se saiba quais são as suas modalidades disponíveis.

Além disso é preciso saber qual é a cobertura que cada um oferece, podendo garantir que a escolha da contratação seja realizada de forma assertiva e eficiente.

Assim, com esta garantia adquirida, os empresários poderão trabalhar de maneira tranquila, pois sabem que em caso de desagradáveis surpresas com acidentes, não haverá prejuízos que possam abalar o seu negócio.

Como gerenciar os riscos?

As seguradoras poderão ajudá-lo a identificar e mapear os riscos que estão presentes em seu estabelecimento, e com isso irão fornecer proteção financeira contra circunstâncias inesperadas

Assim, gerenciar de maneira efetiva os seus riscos poderá facilitar a obtenção do seguro ideal para seu negócio.

Além disso é de bom senso do empreendedor, já que isso poderá reduzir os custos que o seguro não cobre, bem como suas franquias de seguro, custos com licenças médicas, processos de caráter civil ou até mesmo criminal, contratação de novos funcionários para recompor as equipes, além é claro da imagem negativa perante a sociedade e as indesejadas multas que podem levar a empresa a falência.

Por fim, ao escolher um seguro que atenda necessidades básicas de um estabelecimento, três áreas são particularmente importantes a se considerar:

  • Proteção contra roubo ou furto, vandalismo e incêndios criminosos
  • Proteção contra fogo (vazamento de gás e etc)
  • Proteção contra fenômenos naturais.

Conclusão

Pudemos verificar que a tranquilidade do empreendedor em ter seu estabelecimento segurado é essencial para o sucesso do negócio e proteção dos bens e colaboradores.

 Em uma situação adversa, a empresa poderá ser altamente impactada, podendo ocorrer danos irreversíveis à imagem da organização, e ao financeiro, podendo levá-la à falência com multas, processos e demais encargos que terá que arcar.

Portanto se faz necessário o bom senso e a prevenção para que caso haja surpresas desagradáveis, ninguém seja impactado, e seu negócio possa se desenvolver sem preocupações ou riscos desnecessários com acidentes